astel@astelsp.org.br
img-quemsomos-astel

Cobrança abusiva de coparticipação pode inviabilizar assistência médica

 

Solidarizamo-nos com os aposentados do CPqD, vítimas de uma decisão unilateral por parte da empresa ao criar coparticipações e cobranças abusivas dos usuários do plano de saúde operado pela UNIMED. Queremos mostrar nosso inconformismo com esta escalada que visa acabar com planos de saúde tanto para os ativos como para os assistidos, pois com os preços crescentes dos custos médicos a cobrança de coparticipações em consultas e exames irá inviabilizar o uso para muitas pessoas. Isto já ocorreu e ocorre no PAMA, que deveria ser pago integralmente pelas patrocinadoras que insistem, juntamente com a Sistel, em não cumprir contratos e sentenças judiciais trânsito em julgado. Avaliamos porém que o impacto na maioria dos aposentados do CPqD será menor que o do PBS-A, uma vez que a população dos assistidos  tem média salarial maior que os da  que os da SISTEL, o que de toda forma não justifica este abuso.

Nosso apoio irrestrito aos participantes e assistidos.

ASTEL-São Paulo

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
contador de acessos